Blog Cão Terapeuta

Bem-estar para pessoas e animais

Por Annelisa Faccin, cofundadora do Instituto Cão Terapeuta

Trabalhar com Intervenção Assistida por Animais (alguns preferem termos como pet ou zoo terapia), implica não só em atender às demandas e levar bem-estar aos assistidos, mas acima de tudo – e, pra mim o mais importante – conhecer muito bem o animal e a espécie com a qual estamos trabalhando.

Assim, quem conduz um cão em IAA, deve estar atento aos sinais que ele emite, numa comunicação intensa e precisa. O cão terapeuta precisa gostar e se sentir bem em seu trabalho, ser feliz na tarefa à qual foi designado.

A mesma regra vale para todas as espécies que estão sendo submetidas a essa atividade, tais como gatos, aves, etc. Colocar um animal para trabalhar sem conhecer quem ele é como indivíduo e espécie é como descobrir um santo para cobrir outro: não vale expor um animal ao sofrimento para fazer um ser humano feliz.