O conceito IAA

A Intervenção Assistida por Animais (IAA) é uma intervenção com objetivos orientados e estruturados que intencionalmente incorpora animais aos campos da saúde e educação com a finalidade de obter ganhos terapêuticos em humanos.

O animal é o agente facilitador desse processo, fazendo com que o assistido se sinta mais seguro e motivado para interagir com o seu interlocutor e com o ambiente.

As vantagens da IAA:
  • Desenvolve a autoestima e a autoconfiança.
  • Recreação, diversão e afastamento do isolamento.
  • Facilita a socialização e integração.
  • Oportunidade de comunicação e sentido de convivência.
  • Aumento do interesse em participar da terapia.
  • Desvia a atenção para um objeto exterior, fora dos problemas.
Consequências da IAA:
  • Exercícios e estímulos variados relativos à motricidade.
  • Estabilização da pressão arterial e reações químicas positivas.
  • Afastamento do estado de dor.
  • Encorajamento das funções da fala.
  • Estímulo à memória.
  • Diminuição da depressão e medicação psicotrópica e analgésica.
  • Diminuição de sintomas de ansiedade.

Fonte: IAHAIO, White Paper, 2014.

O conceito IAA

A Intervenção Assistida por Animais (IAA) é uma intervenção com objetivos orientados e estruturados que intencionalmente incorpora animais aos campos da saúde e educação com a finalidade de obter ganhos terapêuticos em humanos.

O animal é o agente facilitador desse processo, fazendo com que o assistido se sinta mais seguro e motivado para interagir com o seu interlocutor e com o ambiente.

As vantagens da IAA:
  • Desenvolve a autoestima e a autoconfiança.
  • Recreação, diversão e afastamento do isolamento.
  • Facilita a socialização e integração.
  • Oportunidade de comunicação e sentido de convivência.
  • Aumento do interesse em participar da terapia.
  • Desvia a atenção para um objeto exterior, fora dos problemas.
Consequências da IAA:
  • Exercícios e estímulos variados relativos à motricidade.
  • Estabilização da pressão arterial e reações químicas positivas.
  • Afastamento do estado de dor.
  • Encorajamento das funções da fala.
  • Estímulo à memória.
  • Diminuição da depressão e medicação psicotrópica e analgésica.
  • Diminuição de sintomas de ansiedade.

Fonte: IAHAIO, White Paper, 2014.